Profetiza – Edição setembro [2021]

Profetiza - Edição setembro

Se você tiver a capacidade de profetizar, faça-o de acordo com a proporção de fé que recebeu. (Romanos 12.6). Todos nós recebemos uma medida de fé. Ezequiel teve a fé para profetizar conforme Deus o direcionou, creu e pregou para ossos secos que reviveram. Josué creu e conquistou Canaã. Dessa forma, encontramos nas Escrituras a Palavra sendo liberada, declarada, confessada e condições e situações mudando, como quando Jesus deu ordem para a tempestade cessar e ela cessou; para figueira secar e ela secou; para paralíticos levantarem, mortos voltarem à vida e eles andaram e os mortos viveram novamente –  Profetiza – Edição setembro. 

Não podemos nos esquecer que o Reino de Deus é poder e poder é Uma Pessoa: o Espírito Santo! Vemos os apóstolos fazendo declarações de fé e o sobrenatural acontecendo.

Todos nós recebemos uma medida de fé que deve ser exercitada para que possa crescer. Profetizar pela fé é transformador e, à medida que nós a exercitamos e a treinamos, torna-se um hábito poderoso com resultados sobrenaturais

Profetizar quer dizer anunciar a mensagem de Deus, a Palavra d’Ele o tempo todo e sobre tudo. Deus disse a Josué: Não cesse de falar deste livro da lei; pelo contrário, medite nele dia e noite, para que você tenha o cuidado de fazer segundo tudo o que nele está escrito; então você prosperará e será bem sucedido (Josué 1.8). Observe que toda prosperidade e sucesso estão na Palavra. Eu vejo pessoas desesperadas atrás de uma receita mágica, de um “segredo” e, em verdade, tudo que se procura Deus deixou à disposição de quem crê. Não se aparte, não se separe, não pare de falar a Palavra! Antes medite, pense, reflita, estude dia e noite. O filho irradia a glória de Deus, expressa de forma exata o que Deus é e, com sua palavra poderosa, sustenta todas as coisas (Hebreus 1.3) – Link.: Edição.

 

Vida Hoje : Profetiza – Edição setembro, Profetiza – Edição setembro, Profetiza – Edição setembro, Profetiza – Edição setembro, Profetiza – Edição setembro, Profetiza – Edição setembro, Profetiza – Edição setembro, Profetiza – Edição setembro, Profetiza – Edição setembro, Profetiza – Edição setembro, Profetiza – Edição setembro, Profetiza – Edição setembro, Profetiza – Edição setembro, Profetiza – Edição setembro,- Link.: Nossa loja MMV .

  • ademais
  • afinal
  • aliás
  • analogamente
  • anteriormente
  • assim
  • certamente
  • conforme
  • a fim de, a fim de que, a menos que, a princípio, a saber
  • acima de tudo
  • ainda assim
  • não apenas … , como também … não só … , bem como …  não só … , como também …  não só … , mas também …

Líder Espiritual do Ministério Mudança de Vida – Profetiza – Edição setembro

Palavra de

Vida e Fé:

Profetiza - Edição de setembro [2021]

Profetiza - Edição setembro

Profetiza

Profetiza

Se você tiver a capacidade de profetizar, faça-o de acordo com a proporção de fé que recebeu. (Romanos 12.6).

Todos nós recebemos uma medida de fé. Ezequiel teve a fé para profetizar conforme Deus o direcionou, creu e pregou para ossos secos que reviveram. Josué creu e conquistou Canaã. Dessa forma, encontramos nas Escrituras a Palavra sendo liberada, declarada, confessada e condições e situações mudando, como quando Jesus deu ordem para a tempestade cessar e ela cessou; para figueira secar e ela secou; para paralíticos levantarem, mortos voltarem à vida e eles andaram e os mortos viveram novamente. 

Não podemos nos esquecer que o Reino de Deus é poder e poder é Uma Pessoa: o Espírito Santo! Vemos os apóstolos fazendo declarações de fé e o sobrenatural acontecendo.

Todos nós recebemos uma medida de fé que deve ser exercitada para que possa crescer. Profetizar pela fé é transformador e, à medida que nós a exercitamos e a treinamos, torna-se um hábito poderoso com resultados sobrenaturais

Profetizar quer dizer anunciar a mensagem de Deus, a Palavra d’Ele o tempo todo e sobre tudo. Deus disse a Josué: Não cesse de falar deste livro da lei; pelo contrário, medite nele dia e noite, para que você tenha o cuidado de fazer segundo tudo o que nele está escrito; então você prosperará e será bem sucedido (Josué 1.8). Observe que toda prosperidade e sucesso estão na Palavra. Eu vejo pessoas desesperadas atrás de uma receita mágica, de um “segredo” e, em verdade, tudo que se procura Deus deixou à disposição de quem crê. Não se aparte, não se separe, não pare de falar a Palavra! Antes medite, pense, reflita, estude dia e noite. O filho irradia a glória de Deus, expressa de forma exata o que Deus é e, com sua palavra poderosa, sustenta todas as coisas (Hebreus 1.3). 

A Palavra de Deus é a força poderosa e dinâmica que criou o mundo e o governa e como está escrito, é ela que sustenta todas as coisas. Jesus falou que a boca fala do que o coração está cheio. Tudo o que entra é o que vai sair; se nos enchermos da Palavra viva é obvio que é ela e sobre ela o que sairá pela nossa boca.

No Salmo 116.10, Davi diz: Cri, por isso falei. Paulo lançou mão dessa declaração e repetiu: Assim está escrito: Cri, por isso declarei! Com esse mesmo espírito de fé, nós igualmente cremos e, por esse motivo, falamos (2 Coríntios 4.13). Como está escrito, com o coração se crê e com a boca se confessa. Os Salmos de Davi foram declarações, orações que ele registrou sem pensar que virariam Livro e edificaria pessoas por gerações e gerações. Nesses momentos inspirados pelo Espírito Santo, ele deixou um legado que nos afeta poderosamente, quando lemos, cremos e possuímos. 

Palavras são sementes que germinam. Na língua está o poder da vida e da morte. O Senhor nos orientou a escolher a vida, a Palavra d’Ele é vida e quando a falamos, plantamos a boa semente que vai nos levar a colher milagres. 

“Tomem posse”, é uma forte e poderosa expressão muito encontrada e praticada quando a Palavra é liberada sobre algo e que, imediatamente, precisamos possuí-la. A Palavra cria, traz à existência, traz à vida, constrói. Construímos nossa vida através de palavras. 

Nosso destino depende de como usamos a nossa boca. Disse Deus: Haja luz! E houve luz (Gênesis 1.3). O Senhor nos ensinou como devemos viver. Os céus foram criados mediante a Palavra do Senhor e todos os corpos celestes, pelo sopro de sua boca (Salmo 33.6). Sem dúvida, a fé substancia a Palavra de Deus. Por mais que a humanidade avance nas ciências, a resposta para a criação do Universo provém da fé em Deus e a fé é como uma declaração escrita e oficial em relação à Palavra de Deus. É uma certeza concreta, uma confiança sem espaço de duvidar. O que está escrito é um documento oficial de Deus. Quando cremos, declaramos e nos apossamos, vivemos para a Sua glória!

Jesus respondeu ao diabo usando a Palavra. Como pode alguém tratar como uma coisa menor aquilo que o próprio Senhor falou? Como está escrito, disse Deus: Haja luz e houve luz. Jesus repetiu: “Está escrito” para o diabo. Ele usou a Palavra. Jesus, porém, afirmou-lhe: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus (Mateus 4.4). Jesus agiu assim. Como pode alguém desprezar aquilo que foi deixado pelo Senhor? Como pode alguém pensar que não dá certo? Se isso não funciona, o que funciona? Reclamar, ficar inerte e passivo diante dos problemas? Chorar, desabafar, alimentar pensamentos e sentimentos ruins e negativos? Não. Definitivamente, não! 

Ouvir a Palavra, meditar na Palavra, falar a Palavra, profetizá-la dia e noite. A Palavra poderosa que sustenta todas as coisas é o que sempre funcionou e sempre funcionará. Pregar a Palavra para nós mesmos como Davi pregou para ele mesmo: Por que está abatida ó minha alma? Espera em Deus. Volta ao teu sossego ó minha alma, porque o Senhor tem sido bom com você. (Salmo 116.7).

Jesus falou que por nossas palavras seremos justificados ou condenados. Está também escrito que a boca do justo é um manancial de vida. As palavras do sábio são como remédio. Tiago disse que nós tropeçamos em muitas coisas, mas se não tropeçarmos no falar seremos perfeitos. O salmista disse e Pedro repetiu: Quem de vós quer ter prazer na vida e deseja longos dias para viver em felicidade? Guarda tua língua do mal e teus lábios de viverem falsamente. (Salmo 34.12-13). A boca é uma arma poderosa que mal usada traz morte, sofrimento e muitas perdas. 

Quando uma pessoa começa falar demais, o pecado está presente, mas naquele que controla a língua, está presente a bênção. As palavras do justo tem o poder de alimentar pessoas. Salomão disse isso em Provérbios. São inúmeras as Escrituras que falam do poder da língua, do poder das palavras. Quando usamos nossa boca para profetizar a Palavra atraímos bênçãos, mudanças, vitórias e milagres. 

Lembre-se: Diga o fraco: Eu sou forte! ( Joel 3.10). Profetize sobre tudo, sobre sua vida, sua família, sobre a saúde, sobre seu destino. Libere bênçãos até sobre aqueles que você não tem simpatia, porque é extremamente poderoso e transformador. São inúmeros os testemunhos de pessoas que não tinham nada e começaram ungindo, declarando, lançando o pão sobre as águas, plantando palavras poderosas de manhã, à tarde e à noite sobre seus sonhos, até mesmo dando voltas ao redor daquilo que queriam, como Josué fez em Jericó e viveram o sobrenatural! São muitos que oraram pelos inimigos, por pessoas que deviam para elas, que as perseguiam e se surpreenderam com os resultados. Eu peço há muitos anos que não é para falar “dos” problemas, da montanha, do vale de ossos secos, mas sim, para falar “com” eles, como Deus mandou Ezequiel fazer. Todos nós temos ou já tivemos diante de nós um vale de ossos sequíssimos e foi profetizando que vimos o mover de Deus. Ezequiel profetizou e profetizou até tudo estar perfeito. Teve fé para profetizar sobre algo destruído e pôde ver tudo sendo restaurado. Deus disse que Calebe tinha um outro espírito e, do grupo original, os únicos que entraram na terra prometida foram Josué e Calebe que creram e em nenhum momento liberaram palavras incrédulas. 

Nós recebemos o espírito da fé com uma medida de fé para desenvolvermos; recebemos espírito de coragem, de amor e de domínio próprio; basta usar. É crer, se apossar e avançar com ousadia, porque nada pode resistir à Palavra de Deus. Ela é viva, eficaz, cortante, penetrante; é poderosa e entra onde nada pode entrar. Como está escrito, a Palavra é como fogo e marreta; tudo pode passar, mas ela não passa. Se está escrito, acontece se crermos. 

Podemos mudar o rumo da nossa vida e curar nosso destino profetizando, declarando, confessando sobre tudo e… sobre tudo de fato! Portanto, a palavra de Deus é viva e eficaz, mais cortante que qualquer espada de dois gumes; capaz de penetrar até o ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é sensível para perceber os pensamentos e intenções do coração (Hebreus 4.12). 

Levante-se e comece agora a pregar para os problemas. Cerque-se de poder, faça jejum de palavras, converse com sua família e comprometam-se a não falarem negativo e concordem com tudo que está escrito e com as vitórias de todos. Unja seus sonhos e pregue para eles a Palavra. Mesmo que já tenha lido muitas vezes Ezequiel 37, do versículo um ao versículo dez, volte a fazê-lo com fé e intrepidez. Então profetizei conforme me fora ordenado. Enquanto eu pregava, ouviu-se no vale um barulho estranho, um som de chocalho, e os ossos se juntaram, osso com osso.(Ezequiel 37.7). 

Deus mostrou a situação ao profeta perguntando-lhe se poderia voltar à vida aqueles ossos. Ezequiel deixou claro que creria no que o Senhor dissesse e Ele mandou profetizar, pregar e falar diretamente aos ossos secos. Como está escrito, enquanto ele pregava foi vendo o mover de Deus e o sobrenatural acontecer. Creia e faça o mesmo. Se Deus fez uma vez, pode fazer de novo. Profetiza! 

Conte com as minhas orações sempre. 

Bispa Cléo Ribeiro Rossafa
Líder Espiritual do Ministério Mudança de Vida

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *